segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Ao nível da TVI

Há uns tempos indagava-me sobre a programação das noites de Domingo: Conta-me como foi ou Equador? Dada a coincidência de horários, via-me obrigado a assistir pela televisão ao Conta-me como foi e depois ia ver, quando podia, o Equador ao youtube. Ontem, devido a alterações na programação, foi possível ver ambos na mesma noite.
Foi interessante notar a clara diferença no que diz respeito à qualidade de uma produção da RTP e de uma da TVI. O Conta-me como foi pode não ser a maior produção de sempre da história da televisão portuguesa - mas também não se sujeitou desnecessariamente a viajar por quatro continentes ou a duplicar os episódios que seriam necessários para retratar a história descrita por Miguel Sousa Tavares. Este Equador só é possível na TVI. É uma versão Morangos com Açúcar para adultos, com a ressalva de ter muitos actores de grande qualidade. De resto, os cenários feitos a computador, os diálogos miseráveis, as cenas de sexo repetitivas e insistentes, e os episódios de telenovela que resolveram meter lá para o meio da história só tornam uma obra que daria uma excelente série numa coisa simplória e de qualidade duvidosa.

4 comentários:

l.romao disse...

Absolutamente !! Por ser a obra que erra até devo dizer que estava com esperança de ver a TVI fazer alguma coisa de jeito , mas tem sido uma desilusão e é exactamente como diz "Morangos Com açu´car para Adultos" !
Cumprimentos !

catarina b. disse...

tótó!! eu gosto!

ASL disse...

Quando estiver de férias também hei-de gostar mais. (ponto)

Diogo Cavaleiro disse...

Caro afilhado,
Há pouco tempo também fiz um coment sobre este tema e parece-me que temos a mesma opinião.
Mas lá estou a esperar que agora em S.Tomé, aql fique mais interessante e menos novelístico.
Mais valia realmente apresentarem o produto como mini-novela e não como série. Porque série não o é. Alguma qualidade tem, mas não a esperada.