sábado, 24 de janeiro de 2009

President of the United States of America

Este 20 de Janeiro - estou certo - terá sido dos mais marcantes e expectantes para o mundo de todos os 20 de Janeiro que de quatro em quatro anos se repetem. Obama - independentemente de se gostar mais ou menos dele - imprime um novo fôlego ao mundo. Um fôlego de que precisamos todos. Podemo-nos queixar da herança de Bush (que a História, parece-me, vai pintar com cores menos fortes do que as de hoje), mas podemos sobretudo focarmo-nos na actualidade e nos próximos anos, nos variadíssimos desafios que são postos ao mundo e aos seus líderes - a crise mundial e os conflitos do Médio Oriente e do Afeganistão.
Não deixa de ser caricato ver a esquerda europeia firmemente laica colada à televisão na passada terça-feira, enquanto simultaneamente "papava" as orações naquele american style.
So help him God.

2 comentários:

l.romao disse...

A nova embaixadora nas Nações Unidas já disse que queria uma " diplomacia directa " com o Irão ! Vamos aguardar para ver ...

Tiago disse...

Até estou assustado, mas concordo inteiramente contigo António(não por seres tu, mas porque é raro subscrever integralmente um texto que não seja meu)!
Aceito bem o senhor, era necessário e também estou de acordo com o teu parêntesis sobre Bush.

um Abraço e boa continuação na análise destas águas.
Tiago