segunda-feira, 12 de maio de 2008

Tu alinhas?

O nosso presidente do Instituto das Drogas e Toxicodependência (IDT) é bueda fixe, bueda próximo dos jovens... Curto bué dele!
.
O dr. João Goulão lidera uma equipa que tem no seu site oficial (isto é, do Estado, pago por todos nós), um site infanto-juvenil, de seu nome Tu alinhas?. O que é que o "Tu alinhas?" inclui? Um dicionário! O dicionário de calão!
.
Como presumo que os leitores deste blogue sejam todos uns nerds (a começar pelo seu autor), passo a explicar alguns conceitos in:
.
Água: vem aí a polícia!
Bacalhau: injectar heroína
Betinho: aquele que não se droga; conservador e desinteressante
Dar na fruta: drogar-se
Prostituir-se: atacar
.
Recorde-se que o IDT tem, como área de intervenção, entre outras, a formação. Aquele senhor, se tivesse o mínimo de pudor e de honra já tinha apresentado a sua demissão. Se a ministra da tutela também os tivesse, já teria intervindo. Se anda tudo calado, há-de haver algures um Primeiro-Ministro que, à partida, alerte para estas situações!
Ah! Deve ir a caminho da sua visita oficial à Venezuela... Na volta leva o dr. João Goulão para esses lados... Sítios sugestivos na matéria...

4 comentários:

Anónimo disse...

eis o tipo de conservadorismo que deprime a nossa sociedade!! toda a gente sabe o k é um betinho, etc! qual é a diferença em tar la escrito??? é o fundamentalismo do costume, do proibicionismo e de "coitdadinhas das criancinhas" k nao podem estar a par da realidade senao ficam chocadas!!! a realidade é a k é, portanto temos de as habituar a ela!

ASL disse...

Caro anónimo,

A diferença em estar lá escrito o que é um betinho ou o que deixa de ser é uma questão de princípio. Por que raio há-de o ESTADO publicar dicionários de calão? Se uma editora qualquer o quiser fazer, tudo bem! Agora, as pessoas não pagam impostos para verem o seu dinheiro desperdiçado em pessoas que, no IDT, aquilo que fazem é dicionários de calão! Pode toda a gente saber o que aqueles termos significam ou não, mas não tem o Estado de informar as pessoas sobre o calão!!! Se as pessoas no IDT não têm mais nada que fazer (o que duvido seriamente, sendo a área que é), então despeçam-nas! Já tem o Estado volume excessivo para aquele que deveria ter!

E claro que as crianças devem indo ser postas a par destas coisas. Agora, uma coisa é exemplificar, por exemplo, formas que os drogados utilizam para atrair pessoas à droga; outra é publicar dicionários de calão!

E mais chocante do que tudo isto é imaginar uma situação destas no anterior Governo! O escândalo que não teria sido! (E sou insuspeito para defender o dr. Pedro Santana Lopes!)

lp disse...

estes tipos personificam o típico funcionário P-A-R-A-S-I-T-A !!!!!

ASL disse...

Acabo de ler que o Dicionário de Calão está "suspenso e em reformulação".
A carapuça serve a quem a enfia...